Revista Literária

segunda-feira, 4 de abril de 2011

Sem Fim

O chão caminha sob os meus pés
A comida engole a minha garganta
O uísque fica bêbado de mim
E eu não consigo parar de olhar você

Presidente Vargas corre sob os cariocas
A fome cospe os famintos
A Lapa vomita os malandros
E eu não tenho medo te ver

Quem é essa?
O sol faz rotação
A lua é o astro rei
Tudo negro

Grande enigma
O desejo do seu corpo
Que não conheço
Inspira a loucura do mundo
Confuso, atordoado (...)
Perturbador
Obscuro
Gosto

Corpo que seu olho não deixa beijar
Boca que seu olho não deixa tocar
Preto
Olho negro
Lindo
Quero
Quero mistério
Goze
Goza
Deixa que o amor deleite sobre nós
Deságüe sobre o prazer o seu olhar

38 comentários:

  1. U-A-U! Até eu quero conhecê-la depois dessa! Hahaha.

    ResponderExcluir
  2. Senti-me orgulhosa por ter olhos escuros...hahahahah,gostei muito xD

    ResponderExcluir
  3. quer dizer, então, que andas a olhar olhares?

    ResponderExcluir
  4. Olá... enviamos seu selo para seu e-mail

    abraços

    http://selopentagono.blogspot.com/2011/04/blog-eus-e-o-cotidiano.html

    ResponderExcluir
  5. "A comida engole a minha garganta
    O uísque fica bêbado de mim"
    Adorei esses trechos de seu poema!

    ResponderExcluir
  6. Visceral! Uma poesia muito atraente! Interessante esse aspecto do cenário sendo o pivô da cena, deixando a pessoa como sujeito passivo, dá uma imagem turbilhônica, pra se viajar bem!
    Parabéns, de coração!

    ResponderExcluir
  7. todo mdo merece gozar no final

    Muito legal o blog
    interessante o post
    vc está de parabéns
    vlw
    <>
    visite-nos e comente tmbm
    gostando siga e avise que retribuiremos
    se seguir deixe o aviso no comentário
    deixando o seu link para retribuirmos
    <>
    grato
    <>
    http://mikaelmoraes.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Muito bonito o seu poema e bem escrito tb!!!

    ResponderExcluir
  9. Muito bom o poema,essa inversão dos acontecimentos deu um sentido bem legal ao poema

    ResponderExcluir
  10. Poema muito bom, com um estilo forte. Gostei.

    Te seguindo!

    ResponderExcluir
  11. Sensacional!
    Muito bom mesmo!

    Gostei muito do começo. Principalmente do strês primeiros blocos.

    O conceito avesso, como seria se tudo fosse ao contrário?

    Muito bom! Criativo, emocional e reflexivo.!


    Parabéns!

    Vou seguir!

    ResponderExcluir
  12. estou te seguindo segue o meu:

    http://comentariocriticoo.blogspot.com

    siga e comente por favor

    ResponderExcluir
  13. O sentido do texto, vida, suicidio ou do futuro?

    ResponderExcluir
  14. belo post kara . parabens,
    da uma olhadinha no meu blog .
    http://newtechnicspc.blogspot.com/
    http://newtechnicspc.blogspot.com/
    http://newtechnicspc.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  15. sem palavras, perfeito. quando se fala o coração e se expressa o sentimento através de palavras a contemplação e a reflexão são o que de maior pode se dispertar e foi isso que esse post fez comigo.

    Parabéns :) seduzindo.com/poeta

    ResponderExcluir
  16. Bela expressão, sentimento em cada frase! Parabens

    ResponderExcluir
  17. Muito boa a poesia, intensa, cheia de sensualidade. Gostei!

    abraço,
    www.todososouvidos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  18. Quanto ritmo entre essas palavras!
    Adorei. Estou começando a fazer poesia e é ótimo encontrar coisas desse tipo na blogosfera, de excelente qualidade!

    http://papel40kg.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  19. Muito inteligente vc , e seu blog ta muito legal. segue o meu por favor :
    http://comentariocriticoo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  20. Que incrível esse amor e desejo carioca! Adorei!
    *bjinhos

    ResponderExcluir
  21. mais um post incrivel .........
    Desde já eu estou te seguindo. Já cliquei no seu anúncio para dar uma força. Eu acho que tem que ser um hábito de todo blogueiro Clicar os blogs que visitam, pois não custa nada pra quem clica e todo mundo fica feliz.
    Desde já, te convido para dá uma passada no meu blog. um abraço e sucesso.
    Wanderson Souza
    http://comofaizz.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  22. Gostei muito da contraposição, deu um efeito muito bom a poesia. O final também, arrasador.

    ResponderExcluir
  23. [b]Clicando[/b]
    Não escrevo errado só rapido de mais! kkkkk'
    Sigua tbm meu site!
    www.cartoonhumor.net

    ja to seguindo!

    ResponderExcluir
  24. Muito interessante o blog !
    Deixo o meu aqui caso queira dar uma olhada, seguir...;

    www.bolgdoano.blogspot.com

    Muito Obrigada, desde já !

    ResponderExcluir
  25. Genial. Um poema que sugere, à medida que inverte a visão comum das coisas, um esforço para a análise da vida não só de um jeito... Por mais que saibamos o quão pobre é olhar os acontecimentos de uma só maneira, às vezes parece necessário que alguém, de tempos em tempos, nos diga essa verdade para não sermos moldados pelo sistema. Além disso, coloca como expoente um olhar; melhor metonímia, a meu ver, para se referir a uma figura de interesse, poética e/ou real. Muito bom.

    aquarelareis

    ResponderExcluir
  26. O texto é literalmente leve!!!

    ResponderExcluir
  27. Ótimo testo. Como disse o colega acima, leve! Bom blog.

    ResponderExcluir
  28. Que beleza de texto! Visceral. Parabéns.

    Estou te seguindo e espero por sua visita.

    Abraço.

    http://poisonmandyfpb.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  29. tbm escrevo alguma coisa de poemas...dá uma olhada no segundo blog. valeu

    to t seguindo segue eu ai!

    http://maiseducacaocleonicebragafonseca.blogspot.com/

    e

    http://euachoqueusimplesmentenaosei.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  30. u.u olhos poderosos u.u muito fodaa o textuu
    toh seguindoo.... segue aê tbm
    www.wikeanime.blogspot.com

    ResponderExcluir
  31. Igor... Como mexe bem com palavras!
    É quase um trançado.

    Muito bom seu blog.
    Tô seguindo já...

    Beijo!

    ResponderExcluir
  32. Sei que você sabe que eu sei que você sabe que não sou analfabeta, mas estou sem palavras.

    ResponderExcluir
  33. Lindo.
    Bem escrito e escrito sob um belo contexto: minha cidade maravilhosa e caótica. Amo.

    Deve ser maravilhoso conseguir olhar nos olhos de alguem que amamos mas não possuímos. Eu confesso que não consigo. Quando vejo que não da pra mim, evito. Mas amargar a impossibilidade deve ter lá suas compensações.

    Escrever uma poesia feito essa, por exemplo.

    Vou nessa,
    Abraços

    http://cafeeagua.blogspot.com
    http://redutonegativo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  34. Muito bom!!!

    Está bem escrito e com temas belamente abordados. Empregaste bem cada palavra no teu poema.

    Parabéns!

    ResponderExcluir
  35. A inversão de expectativa nas duas primeiras estrofes é antologicamente brilhante. Tantas vezes parece que é o mundo que nos vive, a rua que nos anda, o dia que nos passa... também tenho essa estranhíssima sensação. Ainda bem que voltamos às boas com a rotina e isso passa. Beijos e sucesso no blog, que está ótimo!

    ResponderExcluir