Revista Literária

sexta-feira, 29 de julho de 2011

Carolina quis saber por que tantas Carolinas

-Não sei, são apenas Carolinas.
-Nenhuma sou eu?
-Não sei.
-Como assim não sabe?
-Quando a pessoa não tem conhecimento.
-Mas você escreveu...
-Isso eu sei.
-Você gosta do meu nome?
-Qual? Carolina?
-Não (...). Tereza.
-Não, Tereza não.
-Você é ridículo! Irritante! Toda poesia tem uma Carolina e nenhuma sou eu.
-Quem falou?
-Você.
-Eu?
-Disse que não sabia, mesma coisa.
-Você acha?
-Se fosse você diria.
-Mas eu não sei.
-Então por que não bota Tereza,Carla ou Maria?
-Porque gosto de Carolina.
-De mim?
(...)

35 comentários:

  1. Muito Bom o post...

    Teu espaço é muito bommm!!!
    estou seguindo!

    Abraços!
    Rafah
    Blog Eternus!
    http://eternizadoempalavras.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. hehehe
    e o dialogo segue infinitamente; o rapaz que desconversa e jamais explicará o motivo de colocar tantas Carolinas em seus poemas, e a garota que questiona e jamais irá saber se tais poemas se tratam dela ou não :P
    muito bom, Igor!!

    http://songsweetsong.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. o texto e otimo. so que esse cor de fundo da um clima de depressao...


    visita ai! http://bixamal.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. gostei, meio contraditório! :] http://apaixonadasporcosmeticos.blogspot.com/
    Curta Apaixonadas por Cosméticos no Facebook
    @Ap_Cosmeticos

    ResponderExcluir
  5. Adoooorei o post!

    http://mmmorango.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. gosteei! :DD
    http://muffinsechocolate.blogspot.com/2011/07/namore-uma-garota-que-le.html

    ResponderExcluir
  7. Mto bom o texto, gostei mesmo!

    Agradeço pela visita e comentário no meu blog. =) Volte sempre que quiser!

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  8. rsrs ela enrolou enrolou e chegou a pergunta que realmente queria resposta

    ResponderExcluir
  9. Todo Maneco tem sua Helena, todo poeta tem Carolina... nenhuma é a mesma menina, só rascunho, só esquema -- dando volta no tema é que o coração se destina. :-) Beijos carolinos e sucesso no blog!

    ResponderExcluir
  10. As vezes o que importa é mais a busca e o resultado mas o que fazer quando o próprio resultado já é a busca em si? Ah, Carolina, rsrsrs, adorei seu poema de estréia.

    ResponderExcluir
  11. gostei gostei
    ^^


    http://ministerioartecomdeus.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  12. hehe adorei!!!!!
    nossa seu blog é o máximo, estava aqui lendo os outros posts muito bom mesmo!

    http://kallytacristina.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  13. haha, ow dúvida cruel :)


    http://diariodagarotadevariasfaces.blogspot.com/
    visita o meu blog? me dá esse prazer ;)

    ResponderExcluir
  14. Que bacana! Gostei muito.Parabéns.Seguindo ;)

    http://aondeasvesvao.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  15. Muito bom!
    A ambiguidade do diálogo e as aparentes lacunas na comunicação deixam o espaço pro leitor se sentir livre pra ser um pouco autor também. Arte de verdade é assim, convida a pessoa que a aprecia a ser participante nela, a refletir e se refletir.

    Parabéns, abraços!

    ResponderExcluir
  16. Eu gosto de Thailana!
    De mim??
    rsrsrsrs...adorei mesmo...

    http://nomundodosleitores.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  17. hahaha.. muito legal.. fiquei confusa , mias entendi.. xD

    ResponderExcluir
  18. auahuahauhauhaua... Que confusa a Carolina... digo, a Tereza... hahahaha

    ResponderExcluir
  19. carolina é nome de iogurte, um iogurte grosso, mto elogiado entre a população q come pra saciar a fome.

    ResponderExcluir
  20. kkkk... divertido! Goxtiiii *-*



    http://limagege.blogspot.com/2011/08/tanamoda-2.html

    ResponderExcluir
  21. kkkkkkk eu gostei, muito legal, amei a parte que diz "-Como assim não sabe?
    -Quando a pessoa não tem conhecimento."
    Quando alguem me fizer esta pergunta e desta maneira q responderei!

    Beijussss...

    ResponderExcluir
  22. Fabuloso o poema! E não é que é verdade mesmo.. Porque Carolina? hehehehehehehe

    http://estacaoprimeiradosamba.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  23. Olá :)

    Confesso que mesmo tendo ficado um pouco perdida, gostei muito do poema, hehehe

    Beijinhos

    ---
    www.jehjeh.com

    ResponderExcluir
  24. Perfeito e muito bem escrito o seu texto!

    ResponderExcluir
  25. que confura essa carol!!! quem, eu??!! rsrsrs

    http://radiowebsafira.blogspot.com

    ResponderExcluir
  26. Que louco,Quem eu?Não louco de loucura.*-*

    ResponderExcluir
  27. "São apenas Carolinas"... Um nome é só um vocativo para algo maior: Um sentimento, uma emoção, uma sensação...
    Ao invés de ela perguntar se ele gosta dela, é melhor perguntar o que ela representa.

    Gosto muito de diálogos rápidos e inteligentes. O seu é um deles. Parabéns.

    ResponderExcluir
  28. Diálogo maravilhoso!
    Bem escrito, inteligente e divertido.

    Parabéns!

    Ainda bem que meu nome não é carolina, eu também ficaria irritada com um poeta tão escorregadio.

    VOu nessa,
    Abraços!

    http://redutonegativo.blogspot.com
    @rejane_marques

    ResponderExcluir
  29. cara blog muito bom desde o templete ao conteudo q e de 1º

    ResponderExcluir
  30. AChei muito massa tambem vou te seguir...

    ResponderExcluir